5 de outubro de 2018

Minimalismo – Se você tivesse menos coisa, como acha que sua vida melhoraria?

Categoria: #organize

Todo ano acontece a Conferência Personal Organizer Brasil, ela é a maior feira de organização do nosso país, ficando apenas atrás da NAPO, que é a conferência internacional que acontece anualmente nos EUA, e que atrai profissionais de diversos países.

Nessa Conferência, a POB – Personal Organizer Brasil, é onde se reencontra e se conhece outras profissionais de organização de várias cidades, além de muito aprendizado e atualização. Nela há vários painéis, palestras e workshops de diversos temas, para aprimorar cada vez mais nossos conhecimentos, afim de levarmos o melhor ao nosso cliente e ao atendimento para com ele.

Este ano, o tema principal era atendimento ao cliente, estrutura de negócio e minimalismo, este inclusive foi o tema da atração principal da conferência, que foi o Joshua Becker – americano que atua no Texas e especialista no tema.

Falar sobre minimalismo no Brasil parece um pouco antagônico neste momento para um país que vive na miséria, onde a maior parte da população está desempregada devido à crise política e econômica que vivemos atualmente, não? Mas, eu penso totalmente o contrário!

O Joshua Becker em sua palestra, em nenhum momento disse que devemos viver com o mínimo e nos desfazer de tudo ao nosso redor, pelo contrário! Ele apenas alega que ter menos coisas deixa nossa vida cada vez mais fácil. Quer exemplos? Se você tem menos coisa em casa, você muito provavelmente gastará menos tempo limpando ela, não perderá tanto tempo administrando suas tarefas diárias e por aí vai.

Desse jeito, ter menos coisas, fará com que você tenha mais tempo e mais dinheiro para o que realmente importa, de verdade na sua vida. Diz para mim, você prefere trabalhar a semana toda e chegar aos sábados e passar o dia inteiro limpando casa? Administrando coisas do lar ou se divertindo com seus amigos e família? Prefere ficar em casa cuidando dela ou se distraindo em um passeio, em um cinema, aquele almojanta delícia com os amigos…? Se você é do meu time, tenho certeza de que prefere colecionar bons momentos!

O minimalismo não prega que você tenha de viver com 2 pares de sapatos, ele prega que você tenha uma quantidade suficiente e que as use! Ter em casa coisas que te façam feliz e que você as use é o mais importante. O que não pode é você ser dominado por objetos. Lembre-se do artigo anterior, quem deve mandar na casa é você e não as coisas que estão dentro dela consumindo seu tempo.

Posso te garantir que assim como a organização, o minimalismo é um exercício. Quer começar? Vai desapegando do que é mais fácil para você. Mas ó, não vale desapegar das coisas do filho e do marido! Você precisa começar esse novo hábito com você, para que se torne exemplo para o restante da sua família, só assim você conseguirá estabelecer isso em sua casa, sendo exemplo e plantando cada vez mais essa sementinha.

Eu mesma fui me tornando uma pessoa cada vez mais prática e minimalista. Desde os meus 16 anos, passei a colecionar canecas – sem contar as coleções que fazia de boybands, papel de carta, cartão de telefone… Essa coleção de canecas ficava em uma prateleira no meu quarto, eu não as usava, apenas deixava de enfeite admirando-as. Porém, a cada 15 dias minha mãe me pedia para lavar elas porque juntava um pó horrendo nelas e como a coleção era minha, era também minha obrigação cuidar delas. Eu perdia umas 2h todas as vezes que tinha de lavar, secar e ainda passar pano na prateleira para tirar o pó, que um dia me irritei de vez e passei achar uma idiotice essa coleção. Ela me dava tanto trabalho para manter, eu gastava tanto dinheiro comprando canecas que nem usava que passei a achar uma bobagem. Preferia ficar essas 2h curtindo com meus amigos, fazendo algo realmente que gostasse do que essa obrigação de limpeza. No fim, de 30 canelas, restaram 09. Essas nove, hoje fazem parte da cozinha e tomo chá com elas. Só tenho de lavar quando as uso. E o pó, hoje elas estão dentro do armário protegidas. Tenho muito mais prazer com as 09 canecas que mais gosto, lembrando de viagens e histórias enquanto degusto meu chá, do que quando elas serviam apenas de enfeite na prateleira.

Então te pergunto, se você tivesse menos coisa, como acha que sua vida melhoraria?

Quer ajuda? Vamos lá! Por onde você começaria o minimalismo na sua casa? Qual local você acha que mais têm necessidade de “destralhar”? Agora pegue um papel ou o bloco de notas do celular e complete essa frase para mim: “Quero ter menos coisas para que eu possa _________________________.” Essa frase será sua maior motivação! Essa recompensa que você completou na frase acima, só será possível quando você começar  a praticar esse novo hábito. Empenhe-se! Se incentive! Um dia de cada vez!

Estou aqui para te ajudar!

Se quiser saber mais, precisa de ajuda para dar esse passo, entre em contato comigo!
Até o próximo artigo 😉